Topo


EXAMES

Unidades

Alto da Serra (ABC)

(24) 2242 4041

Bauhaus Expansão

(24) 2237-2851

Cascatinha

(24) 2280-1818

Corrêas (Matriz)

(24) 2221 2370

Hosp. Unimed - Bingen

(24) 2233-2277

Hospital São José

(21) 2741-4339

Itaipava

(24) 2222-7046

UPA Cascatinha

(24) 2246-0522

UPA Centro

(24) 2221-4826

Valparaíso

(24) 2235-7795

Xerém l Duque de Caxias

(21) 2679-1001




SELOS


Entenda os Vírus: Zika e Chikungunya

O Zika Vírus


O Zika vírus (ZIKV) é um arbovírus da família Flaviviridae transmitido a seres humanos principalmente através do mosquito pertencente ao gênero Aedes, incluindo a espécie Aedes aegypyti. Foi incialmente isolado em 1947 na floresta Zika na Uganda. Como todos os flavivírus, é um vírus envelopado, RNA fita única com um genoma de aproximadamente 11 kb.

Sua infecção vai deste assintomática até sintomas tais como febre, mialgia, cefaleia, anorexia, mal estar, linfadenopatia e diarreia. Apresentações clínicas não específicas podem confundir com muitas outras arboviroses particularmente com infecções pelo vírus da dengue e vírus Chikungunya.

Surtos mostram que a febre Zika (FZ) é uma doença emergente e, sendo assim, a necessidade de técnicas de diagnóstico sensíveis e específicas é cada vez mais uma realidade, devido ao fato de muitos casos serem diagnosticados erroneamente como infecção pelo vírus da Dengue. O diagnóstico molecular por RT-qPCR é amplamente utilizado na detecção de flavivírus por ser um método rápido, sensível e específico em amostras clínicas humanas.

O exame deve ser realizado na fase aguda de viremia, pois apos este período pode ocorrer a não detecção de copias virais, impossibilitando a detecção do vírus.

Coleta deve ser feita entre o primeiro ao quinto dia do aparecimento dos sintomas. Após o sexto dia deve-se fazer dosagem dos anticorpos *igg/igm.

*O inicio do positivamento do igg é após o decimo quinto dia.

 

Metodologia: PCR (REACAO EM CADEIA DA POLIMERASE) EM TEMPO REAL

Coleta:

- Hospital Unimed (Bingen/Petrópolis) - de segunda a sexta-feira de 07h às 09h30

Matriz em Corrêas - de segunda a sexta-feira de 07h às 12h

- Hospital São José (Teresópolis) - de segunda a quinta-feira de 07h ás 12h 

 - Duvidas: Assessoria Cientifica (24) 988650754  - de segunda a sexta-feira de 07h às 17h/ Sábado 08h às 12h


O Vírus Chikungunya


O vírus Chikungunya (CHIK) é um arbovírus transmitido a seres humanos através do mosquito pertencente ao gênero Aedes. É um vírus envelopado, RNA fita única da família Togaviridae e sua infecção produz infecções caracterizadas pelo aparecimento súbito de febre, cefaleia e artralgia grave. A poliartralgia associada com esta infecção é uma condição dolorosa e debilitante a qual persiste por vários meses. A febre de CHIK pode não ter as manifestações típicas ou pode coexistir com outras doenças infecciosas e não infecciosas.

O diagnóstico diferencial deve levar em conta aspectos epidemiológico, tais como local de residência, histórico de viagens e de exposição.

O diagnóstico laboratorial da infecção por CHIK é realizado por métodos sorológicos, isolamento do vírus e pela RT-PCR. A detecção de anticorpos IgM por ELISA é o teste diagnóstico mais comum, entretanto, em amostras coletadas durante a fase inicial da doença (3 a 9 dias) IgM pode não ser detectado.

As infecções CHIK causam altos níveis de viremia, a qual persiste por aproximadamente 4 a 7 dias, mas pode ser detectada em até 10 dias. A detecção de RNA viral por testes de detecção de ácidos nucléicos (NAAT) são métodos sensíveis para o diagnóstico de CHIK em estágios agudos da doença quando anticorpos IgM  anti-CHIK não são detectados.

Para dosagem em RNA Pcr o ideal é que seja feito no quinto até o decimo dia após o inicio dos sintomas. Após isso se deve fazer a dosagem de anticorpos igm/igg.

 


Metodologia: PCR (REACAO EM CADEIA DA POLIMERASE) EM TEMPO REAL

Coleta:

- Hospital Unimed (Bingen/Petrópolis) - de segunda a sexta-feira de 07h às 09h30

Matriz em Corrêas - de segunda a sexta-feira de 07h às 12h

 

- Hospital São José (Teresópolis) - de segunda a quinta-feira de 07h ás 12h 

 

- Duvidas: Assessoria Cientifica (24) 988650754  - de segunda a sexta-feira de 07h às 17h/ Sábado 08h às 12h


_____________________________________________________________________________________________________________

 

Acompanhem as dicas de saúde, qualidade de vida e informações do Laboratório de Corrêas também pelo Instagram: @laboratoriodecorreas

continuar lendo

Ler Outras Notícias


Acompanhe o Laboratório de Corrêas nas redes sociais

O Laboratório de Corrêas quer estar cada vez mais conectado a você, seja trazendo informações em benefício à sua saúde ou apresentando nossos serviços e opções de atendimento, nos informativos, site e Instagram. Ampliando os nossos canais de comunicação, o Laboratório de Corrêas acaba de lançar uma página oficial no Facebook, basta buscar @laboratoriodecorreas, curtir a fanpage e acompanhar as nossas dicas de saúde, notícias e informações atualizadas sobre o laboratório.


Curta a nossa página e não se esqueça de convidar os amigos para curtir também!


Acompanhe as nossas dicas de saúde também pelo Instagram @laboratoriodecorreas

 

Laboratório de Corrêas - Mais que um laboratório, um amigo da sua saúde.

continuar lendo

Ler Outras Dicas

Perguntas Frequentes


No período de menstruação posso fazer o exame de sangue?


Sim. Porém é importante que o médico saiba em que período do ciclo menstrual seu exame foi realizado, especialmente para dosagens hormonais. Mesmo porque as alterações hormonais típicas do ciclo menstrual também podem ser acompanhadas de variações em outras substâncias.

© 2015. Todos os Direitos Reservados - Laboratório de Corrêas - (24) 2221 2370 - laboratorio@laboratoriodecorreas.com.br - CRÉDITOS
Assessoria Cientifica: (24) 98865-0754 - Segunda a Sexta das 06:30h às 17:00h - Sábado das 07:00h às 12:00h